Cupinzeiro apresenta ode aos “Rios Limpos” e seus guardiões: os índios

(foto 2017  Robson Sampaio)

E hoje é a vez do Bloco Cupinzeiro que a partir das 16 h sai na rua José Martins (da Praça do Côco)  e dá uma volta na Vila Agostinho Páttaro e retorna para a praça, já no fim, por volta da meia noite. Completando 15 anos, o Cupinzeiro neste ano, traz  um belíssimo samba de Edu de Maria com o tema “Rios limpos, povo livre“, “evocando o olhar de proteção e gratidão ao fluxo das águas que garante a riqueza da vida” – como o Cupinzeiro diz em sua página. E a homenagem é também aos “Guardiões dos rios”: os índios. E especificamente os Kariri-Xocó representando todos.

“Nossa apresentação será uma homenagem aos rios como uma constante corrente de vida e compaixão e  também aos povos originários da terra, seus guardiões” – disse a cantora Anabela Leandro.

 

Além disso, o Cupinzeiro está fazendo 15 anos e como nos anos anteriores lançou uma campanha de financiamento do desfile livre e coletivo pelo CATARSE. E já atingiu mais de 90%  da meta que encerra dia 13. E solicita o apoio de todos  pelo site  https://www.catarse.me/bloco_do_cupinzeiro_carnaval_2018_1afc?ref=project_link

“Não é o governo e nenhuma grande empresa quem irá garantir o nosso direito à cultura popular, somos nós mesmos! Por isso pedimos a todos que apoie nosso projeto, colabore, e venha brincar o carnaval no fluxo da águas do Cupinzeiro!” – disse Anabela.

Vejam a belíssima poesia do samba do Cupinzeiro composta por Edu de Maria:

“Corre em chão Kariri

Águas de Opará Leito de estrelas, vou seguir

Força pra retomar Irrompe na correnteza

Braços de quilombolas

Brota a pureza, Rio Mar

Força pra Salubá

Guardião do rio sou eu Kariri Xocó

cantou na mata Guardião do rio sou eu

Tambor quilombola também fala

Com doce encanto Faz carícia em pedra em rocha

Corre seu pranto Nasce em mina de Odoiá

Traz seu espelho Guarda o céu no seu remanso

Faz um balanço Quando o vento vem brincar

Desce corrente Leva a dor, desfaz quebranto

Acende a prata Quando a lua vem brilhar

Faz acalanto Lava a alma agrada a terra

Desce da serra Faz a vida festejar

Navega o coração dos homens Nutre a terra do sertão,

Mais que fronteira Opará é compaixão

Mais que fronteira todo rio é união

Agua corrente é puro amor

Caminho aberto corre solto soberano

Quem nasce rio um dia morre oceano

Do oceano vai nascer de novo o amor

Opará me acolhe em suas águas

Opará oferece mansidão

Rio mar me guia na jornada

Velho Chico transborda o coração

foto do Nucleo Cupinzeiro Vila Santa Isabel

32352578704_cacedeb1c7_k

Desfile do Cupinzeiro em 2017 foto Robson Sampaio

Anúncios

Sobre jornaldebarao

um jornal a serviço de Barão Geraldo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Amprovic

Associação de Moradores e Proprietários Village Campinas

Extraterrestres

Não somos seres humanos vivendo uma experiência espiritual, somos seres espirituais vivendo uma experiência humana > Seja bem vindo ao Site Extraterrestres - Volte Sempre

CAMPINAS NOSTÁLGICA

Cultuarei fatos históricos de Campinas através de imagens, textos e eventos relevantes para a nossa cidade. Sejam bem-vindos, assim como as contribuições que queiram enviar. E-mail: lcs.camargo23@gmail.com

The Barão Herald

O jornal que Barão merece.

PIBID HISTÓRIA UEPB - Campus I

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência.

JORNAL de BARÃO

jornaldebaraogeraldo@gmail.com

Compulsões

Partilho do que conheço para que outros aproveitem como já aproveitei

Homofobia Mata

Quem a homotransfobia matou hoje?

%d blogueiros gostam disto: