Barão luta para ter a tradicional Festa de Santa Isabel no Calendário oficial de Campinas(começa sábado)

Começa neste sábado a centenária Festa de Santa Isabel, padroeira de Barão Geraldo, A mais tradicional festa de Barão e realizada pelo menos desde 1918. Ao mesmo tempo, um grupo de moradores está fazendo um movimento para colocar a festa no Calendário Oficial de Campinas.  O pedido já tem a assinatura do padre, Monsenhor Roberto Fransolin, do subprefeito Donizetti Gomes,  do ex vereador Thiago Ferrari, presidente da Fundação José Pedro de Oliveira, além de várias outras lideranças de Barão e vários abaixo assinados com mais de 200 assinaturas. (vejam fotos da festa de 1945 e de 2016 no final)

A Festa é promovida pela Paróquia de Santa Isabel, com apoio da comunidade católica e de vários empresários locais e será realizada no Salão Comunitário da igreja, centro de Barão Geraldo em todos os finais de semana de Junho com barracas de doces, salgados, bebidas e brincadeiras e com apresentações musicais em prol da comunidade. (dias 10 e 11, 17 e 18, 24 e 25 de junho  e  1 e 2 de julho sempre a partir das 17 horas). A festa será encerrada  no dia 2 de julho  com um grande Bingão  . O Salão Comunitário onde está a festa, fica na rua Ângelo Vicentin , 601 , centro de Barão.

Segundo o Monsenhor Roberto Fransolin, pároco de Barão Geraldo, que quer colocar a festa no Calendário oficial de Campinas, a intenção é recuperar a grande tradição da festa que  são as procissões nas ruas centrais, a peregrinação da imagem de Santa Isabel pelas casas dos paroquianos e o grande Bingo que congregava as famílias de Barão que organizavam a festa muito antes da criação da Paróquia em 1963.  “Queremos fortalecer a nossa festa que congrega a grande família cristã de Barão Geraldo , retomando as tradições mais  fortes das antigas festas e que estão na memória dos mais antigos: o bingo, a peregrinação da Santa pelas casas, as procissões. Pois foram elas que uniram as famílias como numa única família no grande espírito solidário cristão. O grande ideal de Santa Isabel”.

Para o Monsenhor preservar essa festa é essencial. Também o subprefeito Donizetti Gomes defende a inclusão da festa no calendário oficial da cidade. “A Festa de Santa Isabel é, com certeza, a nossa mais antiga herança e a mais importante de Barão” – disse Doni.

 A Festa de Santa Isabel é Patrimônio Imaterial de Campinas

Para um dos organizadores do movimento, o historiador Warney Smith, o objetivo é preservar a festa como Patrimônio Imaterial de Campinas ja que remonta às raízes de Barão Geraldo sendo organizada por todos os seus primeiros moradores e sitiantes. A Festa de Santa Isabel começou a ser realizada quando foi construída a primeira Capela de Santa Isabel pela Fazenda Rio das Pedras   no início do Século XX, porém não se sabe a data exata. Em suas pesquisas,  o historiador que pesquisa a História de Barão Geraldo para o Centro de Memória- Unicamp, levantou com alguns dos primeiros moradores, que a festa começou a ser realizada após a construção da primeira capela a Santa Isabel, construída pela Fazenda Rio das Pedras nos primeiros anos do Século XX e que deu origem a diversas lendas em Barão: (a capela da divisa, onde hoje é a igreja Cristo redentor).

“A Capela de Santa Isabel está no levantamento das igrejas rurais que dom Francisco Barreto, (futuro Bispo de Campinas) realizou em 1909. Mas ainda não descobrimos a data exata. E como me contaram vários antigos moradores entrevistados – como dona Antônia Vicentin, seu Humberto Barbieri, dona Maria Félix de Araújo, dona Maria Pattaro, seu Zulmiro, o carreteiro Luiz Gozzi –  a Festa já era realizada todos os anos  antes deles nasceram ou chegaram em Barão, isto é, bem antes de 1920.”

Segundo ele informa, Maria Félix  e Luiz Gozzi chegaram em Barão por volta de 1914 Antônia Vicentin nasceu em 1916 e  Humberto Barbieri chegou a Barão em 1919 e todos presenciaram a Festa. “Embora dona Antônia dizia que seus pais e os mais antigos contavam que a festa já era realizada pelos moradores das fazendas , antes de haver Barão Geraldo, outro ponto inicial provável e a construção da segunda capela da Fazenda em 1918, ao lado da Estação, devido à morte de dona Isabel Augusta dona da Fazenda. Foi essa igreja que deu origem à Barão Geraldo e à Paróquia de Santa Isabel décadas depois.”   – contou  ele. Sua hipótese é de  que alguns “pontos de  reunião” básicos deram origem a vila rural de Barão Geraldo: a estação, a capela, as vendas, o campo de futebol e as festas e lendas é que uniram os moradores na identidade local “baronense”.img503

 

A Comissão do Salão e da Festa da Paróquia de Santa Isabel já começou a organizar nossa grandiosa festa se inicia dia 10 junho para 4 fins de semana … reservem suas cartelas do bingao… reúna a família e venham participar conosco dessa festa …. VC faz a diferença.. participem … atrações musicais …. diversidade gastronômica…. ambiente familiar ….

13419250_1188287814536336_2421172477831426675_n

13442400_1188287557869695_2777733390073228651_n.jpg

13606591_1017498261619287_4284653720720562443_n

13501706_1188883351136211_6191397274405767092_n

Anúncios

Sobre jornaldebarao

um jornal a serviço de Barão Geraldo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Amprovic

Associação de Moradores e Proprietários Village Campinas

Extraterrestres

Não somos seres humanos vivendo uma experiência espiritual, somos seres espirituais vivendo uma experiência humana

CAMPINAS EM FOCO

Cultuarei fatos históricos de Campinas através de imagens, textos e eventos relevantes para a nossa cidade. Sejam bem-vindos, assim como as contribuições que queiram enviar. E-mail: lcs.camargo23@gmail.com

The Barão Herald

O jornal que Barão merece.

PIBID HISTÓRIA UEPB - Campus I

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência.

JORNAL de BARÃO

jornaldebaraogeraldo@gmail.com

Compulsões

Partilho do que conheço para que outros aproveitem como já aproveitei

homofobiamata.wordpress.com/

Quem a homotransfobia matou hoje?

Centro Cultural Casarão Campinas

Blog sobre eventos e acontecimentos no Centro Cultural Casarão em Barão Geraldo

%d blogueiros gostam disto: