Assembléia da UNICAMP decide pela greve a partir de hoje

Cerca de 90 funcionarios da UNICAMP decidiram em assembléia hoje à tarde 20/8, apos um dia de paralisação , entrar em greve por tempo indeterrminado a partir desta sexta-feira 21/8 O motivo principal é o fim dos supersalários, da matrícula dupla e a revogação da portaria GR-02/2015 (que estabelece o contingenciamento das contratações). e pedem maior transparência. A decisão foi  motivada pela divulgação da lista de funcionários da Unicamp que recebiam acima do teto estadual, de R$ 21,6 mil.

Segundo o coordenador do Sindicato dos Trabalhadores da Unicamp, João Raimundo dos Santos,o Kiko,  os trabalhadores querem a suspensão dos pagamentos, que passavam de R$ 30 mil, R$ 40 mil e até R$ 65 mil. Ainda de acordo com João Raimundo, a categoria reivindica que o dinheiro gasto com os valores acima do salário de governador do estado seja revertido para a busca da isonomia salarial.11873553_619767494828658_4817676329709597151_n

O coordenador do STU alega que os vencimentos eram iguais aos recebidos pelos servidores da USP e da Unesp antes de 2011. Por esse motivo, ele cobra a apresentação de uma proposta de readequação da reitoria.”O objetivo agora é de fortalecer a luta e organizar uma greve que pressione a reitoria a apresentar respostas concretas às pautas encaminhadas na reunião da próxima quinta” – disse Kiko.

Em nota, a Unicamp justificou que a decisão mais recente do Tribunal de Justiça de São Paulo permite manutenção dos valores superiores ao teto constitucional. “O acórdão reitera a decisão do TCE-SP [Tribunal de Contas do estado] de congelar os salários acima do subteto, impedindo novos reajustes, mas garante a manutenção dos valores decorrentes”, diz o texto.

No início deste mês, o TJ-SP derrubou a liminar da reitoria e determinou que a instituição congele valores. Com isso, a universidade estima poupar R$ 2 milhões em um ano.

Em nota divulgada o STU diz que “os servidores reafirmaram que não aceitam pagar a conta da crise, especialmente porque o momento financeiro da Universidade é propício ao atendimento das reivindicações, já que o reitor não enxerga a crise, nem falta de recursos, quando é para defender os supersalários e as duplas matrículas.”

AGENDA DA GREVE 

21 de agosto – Início da greve
9h – Reunião em todas as unidades para discussão da greve.
10h – Concentração no Ciclo Básico.
13h – Reunião aberta do Comando de Greve, no saguão do Ciclo Básico.

Anúncios

Sobre jornaldebarao

um jornal a serviço de Barão Geraldo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Amprovic

Associação de Moradores e Proprietários Village Campinas

Extraterrestres

Seja bem vindo ao Site Extraterrestres - Volte Sempre

CAMPINAS DE OUTRORA

Cultuarei fatos históricos de Campinas através de imagens, textos e eventos relevantes para a nossa cidade. Sejam bem-vindos, assim como as contribuições que queiram enviar. E-mail: lcs.camargo23@gmail.com

The Barão Herald

O jornal que Barão merece.

PIBID HISTÓRIA UEPB - Campus I

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência.

JORNALDEBARÃO

jornaldebaraogeraldo@gmail.com

Compulsões

Partilho do que conheço para que outros aproveitem como já aproveitei

QUEM A HOMOFOBIA MATOU HOJE ?

G.G.B. - 37 ANOS ::: BANCO DE DADOS

Centro Cultural Casarão

a Casa de Cultura de Barão Geraldo

%d blogueiros gostam disto: