Cid Ferreira é acusado de racismo

A Associação de Religiosos de Matriz Africana (Armac), o Coletivo Saravaxé e o grupo Força da Raça divulgaram nota de que  irão  entrar com uma representação de racismo e abuso de poder no Ministério Público  e na Corregedoria da Câmara, contra o vereador Cid Ferreira (SD), após suas falas na audiência pública sobre a emenda que proibe discussão de gênero nas escolas, na última segunda-feira.

Segundo Fernando Moraes, do coletivo Raízes da Liberdade, Cid Ferreira teria dito a um rapaz negro que ele era feio e ele (Cid) era bonito, e que ele tinha olhos azuis, e o rapaz não.
“Também fez gestos com o nariz mostrando o quanto era fino e eu respondi que não vim debater beleza e sim a emenda da opressão”, afirmou Fernando que acabou discutindo com o vereador.

joao GalleraniNa nota, os coletivos informaram que o papel do grupo é “lutar por respeito, paz e justiça social” e que em sua  fala do vereador Cid Ferreira  dividiu a plateia em “Deus” e “diabo” e “céu e inferno”. “Deus está aqui e o diabo está lá”, disse.  João Galerani, presidente da Armac disse que o movimento não entende como um vereador se dirigiu a um eleitor com desprezo. “Não podemos mais admitir que essas atitudes racistas continuem a acontecer. O silêncio faz com que o racismo não acabe, então sempre que qualquer ato de racismo, intolerância ou homofobia acontecer, iremos correr atrás das providências”, disse.

Galerani lembrou  da lei 7.716/89,que  determina que no Brasil são crimes atos de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, com pena de reclusão. sendo crime inafiançável.

Ferreira  nega e diz que foi agredido

Segundo o jornal Correio Popular o vereador Cid Ferreira negou que tenha sido racista e ofendido Fernando  Moraes mas que , ao contrario  ele é quem foi ofendido pela “população”.  Mas admitiu que disse a frase que “era bonito e tinha olhos azuis”. não para uma pessoa específica mas para todos os que o agrediram:

“Me xingaram de velho, de ‘gagá’, faziam sinais obscenos com os dedos. Disseram que iam me pegar. A única saída que eu tive foi falar que eles eram “feios”. Mas tinha um monte de brancos, mais brancos do que pretos”, afirmou.07ca00fot01_b-4044734

Ferreira tambem disse que está “indignado”  com a situação e que não discriminou negros durante a sessão. e declarou “Meus grandes amigos são negros, respeito tanto como qualquer cidadão. Não temo essa representação eles terão que provar. Eu é que tenho que montar um processo”, disse.

Os vereadores Paulo Buffalo e Carlão do PT disseram que irão averiguar as imagens e apurar o caso. Carlão disse que sente vergonha do colega.

COM DADOS DO CORREIO POPULAR

Anúncios

Sobre jornaldebarao

um jornal a serviço de Barão Geraldo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Amprovic

Associação de Moradores e Proprietários Village Campinas

Extraterrestres

Seja bem vindo ao Site Extraterrestres - Volte Sempre

CAMPINAS DE OUTRORA

Cultuarei fatos históricos de Campinas através de imagens, textos e eventos relevantes para a nossa cidade. Sejam bem-vindos, assim como as contribuições que queiram enviar. E-mail: lcs.camargo23@gmail.com

The Barão Herald

O jornal que Barão merece.

PIBID HISTÓRIA UEPB - Campus I

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência.

JORNALDEBARÃO

jornaldebaraogeraldo@gmail.com

Compulsões

Partilho do que conheço para que outros aproveitem como já aproveitei

QUEM A HOMOFOBIA MATOU HOJE ?

G.G.B. - 37 ANOS ::: BANCO DE DADOS

Centro Cultural Casarão

a Casa de Cultura de Barão Geraldo

%d blogueiros gostam disto: