Rádio Muda busca patrocínio para construir novo transmissor

19/05/2015 - Cidades - SARAH - RÁDIO MUDA/NOVO TRANSMISSOR - Ainda sob investigação de órgão públicos, a Rádio Muda, mantida por estudantes da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), anunciou que está em campanha para construir um novo transmissor. Segundo comunicado no site da rádio – onde os estudantes informam programação e a reativação da estação, em fevereiro, a ideia é fazer uma rádio itinerante com o segundo transmissor , que funcione em ocupações e locais periféricos. A campanha é para levantar R$ 1,4 mil, inicialmente. Desde o início do ano passado, a Rádio Muda está na mira de órgãos federais devido a ilegalidade e e chegou a ser lacrada pelo Ministério Público Federal (MPF). Foto: Janaína Ribeiro/Especial para AAN

19/05/2015 – Cidades – SARAH – RÁDIO MUDA/NOVO TRANSMISSOR – Ainda sob investigação de órgão públicos, a Rádio Muda, mantida por estudantes da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), anunciou que está em campanha para construir um novo transmissor. Segundo comunicado no site da rádio – onde os estudantes informam programação e a reativação da estação, em fevereiro, a ideia é fazer uma rádio itinerante com o segundo transmissor , que funcione em ocupações e locais periféricos. A campanha é para levantar R$ 1,4 mil, inicialmente. Desde o início do ano passado, a Rádio Muda está na mira de órgãos federais devido a ilegalidade e e chegou a ser lacrada pelo Ministério Público Federal (MPF).
Foto: Janaína Ribeiro/Especial para AAN

(DO COrreio Popular Sarah Brito)

Ainda sob investigação de órgãos públicos, a Rádio Muda, mantida por estudantes da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), está em campanha para arrecadar R$ 1,4 mil e construir um novo transmissor. Segundo comunicado no site da rádio, a ideia é fazer uma emissora itinerante com o segundo transmissor, que funcione em ocupações e locais periféricos.

Desde o início do ano passado a Rádio Muda está na mira de órgãos federais devido a ilegalidade e chegou a ser lacrada pelo Ministério Público Federal (MPF).

No site, os alunos informaram que a Rádio Muda está no ar, pela frequência 88,5 FM. Antes, a rádio transmitia pela frequência 105,7 FM. Além de não ter concessão, o sinal da rádio pode interferir na segurança aérea.

No site, o comunicado diz que em junho haverá um encontro entre coletivos que atuam em mídias livres para a construção de transmissores.

A proposta é que os alunos aprendam a construir o transmissor, e que será preciso R$ 1,4 mil apenas para os custos do material.

A campanha chama a “Um transmissor incomoda muita gente, dois transmissores incomodam muito mais”.

A rádio é investigada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) desde 2004. Foi aberta uma ação civil pública e que tramita desde então, em segredo de justiça, na 6ª Vara Federal de Campinas.

Também no ano passado, um inquérito na Polícia Federal foi instaurado para apurar eventual prática de crimes contra o Código Brasileiro de Telecomunicações.

Em novembro, o reitor da Universidade, José Jorge Tadeu, disse em entrevista ao Correio que houve diversas tentativas da reitoria para legalizar a Rádio Muda, que já tem 30 anos.

De acordo com a organização da rádio, “qualquer pessoa pode virar programadora, e qualquer tipo de programação é permitida, exceto propaganda religiosa, de partidos políticos e sem propaganda de produtos ou serviços”. As reuniões dos organizadores ocorreriam toda segunda-feira, às 20h.

Orgãos

Por meio da assessoria de imprensa, o MPF informou que “tem atuado no caso da Rádio Muda apenas como ‘fiscal da lei’, ou seja, verifica o cumprimento das leis no andamento do procedimento movido pela Anatel”.

A ação foi proposta pela Anatel em 2012 contra diversas rádios clandestinas, entre elas a Rádio Muda. Em fevereiro de 2014, os fiscais da Anatel, com auxílio da Polícia Militar, apreenderam equipamentos na sede da rádio.

A Anatel, também por meio de assessoria de imprensa, informou que a ação civil é “conduzida no âmbito do MPF em segredo de justiça”.

A agência informou que realizou diversas diligências em conjunto com a PF e ainda um profundo estudo técnico, que foi encaminhado ao MPF para subsidiar o inquérito em questão.

A Unicamp informou, em nota, que “não tem conhecimento das ações da Rádio Muda citadas pela reportagem”. A instituição também informou que tem colaborado com o MPF para resolver definitivamente a questão.

Radio Muda contesta informação

Em seu site e ao Correio a Rádio Muda contestou  a informação de que ela interfere na comunicação de aviões. E diz que a matéria é mentirosa e que tenta difamar a radio

“A Rádio Muda opera em 88,5MHz, frequência distante da faixa de comunicação de aeronaves, que vai de 118 a 136MHz, excluindo, portanto a possibilidade de interferência de canal adjacente”. VEJA NO SITE DELES

http://muda.radiolivre.org/node/301

Anúncios

Sobre jornaldebarao

um jornal a serviço de Barão Geraldo

  1. Paulo Chato

    Não entendi… Querem patrocínio para exercer uma atividade ilegal?

    Curtir

    • Trata-se de um direito garantido pelo artigo 5º da Constituição Federal. E existem centenas de projetos de lei lutando pela livre abertura de radios comunitárias EM todo caso, o patrocínio já foi alcançado e novo transmissor foi construido

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Amprovic

Associação de Moradores e Proprietários Village Campinas

Extraterrestres

Seja bem vindo ao Site Extraterrestres - Volte Sempre

CAMPINAS NOSTÁLGICA

Cultuarei fatos históricos de Campinas através de imagens, textos e eventos relevantes para a nossa cidade. Sejam bem-vindos, assim como as contribuições que queiram enviar. E-mail: lcs.camargo23@gmail.com

The Barão Herald

O jornal que Barão merece.

PIBID HISTÓRIA UEPB - Campus I

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência.

JORNALDEBARÃO

jornaldebaraogeraldo@gmail.com

Compulsões

Partilho do que conheço para que outros aproveitem como já aproveitei

homofobiamata.wordpress.com/

G.G.B. - 37 ANOS ::: BANCO DE DADOS

Centro Cultural Casarão

a Casa de Cultura de Barão Geraldo

%d blogueiros gostam disto: